Ouça agora na Rádio

N Notícia

Reprodução

FOTO: Reprodução

Polícia Federal fecha fronteira com Venezuela após decisão judicial

A Polícia Federal teria fechado na tarde desta segunda-feira (6) a fronteira do Brasil com a Venezuela no norte de Roraima após a decisão liminar do juiz federal Helder Girão Barreto, que suspendeu a entrada de imigrantes venezuelanos no Brasil.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

A entrada teria sido proibida a venezuelanos que querem ingressar no Brasil, informou a PRF, dando permissão de entrada apenas a venezuelanos, que querem voltar ao país natal, e a brasileiros que desejam entrar na cidade de Pacaraima, que faz fronteira com a Venezuela.

A decisão publicada neste domingo (5) pelo juiz federal Helder Barreto prevê o fechamento das fronteiras com a Venezuela para a entrada de cidadãos daquele país. De acordo com a governadora do estado de Roraima, Suely Campos, entre 500 e 700 imigrantes venezuelanos chegam ao Brasil diariamente.

O decreto do juiz ficaria em vigor até que fosse alcançado um equilíbrio numérico com o processo de interiorização, ou seja, transferência de imigrantes a outras partes do país, e que fossem criadas condições aceitáveis de acolhimento no estado de Roraima.

Depois do fechamento da fronteira, a ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, negou o pedido do governo de Roraima, justificando que o fechamento seria uma contradição da Constituição e dos tratados internacionais já firmados pelo Brasil, e pediu para que a negação chegasse ao juiz que decidiu vigorar o fechamento. Ou seja, Rosa Weber é contra o fechamento da fronteira com a Venezuela, mas não revoga decisão do juiz.

No momento atual, o estado de Roraima conta com dez abrigos, onde estão vivendo 4.000 pessoas. Mesmo assim, em Roraima há imigrantes vivendo nas ruas.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia



Publicidade

Rádio Poatã Rádio Poatã Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Peça sua Música

Previsão do Tempo