Ouça agora na Rádio

N Notícia

© REUTERS/ Reuters

FOTO: © REUTERS/ Reuters

Pequim 'está testando silenciosamente armas de guerra eletrônica' no mar do Sul da China

Algumas semanas após ter instalado equipamento militar nas disputadas ilhas Spratly, no mar do Sul da China, Pequim começou a realizar testes de suas armas de guerra eletrônica e armas antiradar, informou o canal CNBC.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

Os recentes relatórios da inteligência norte-americana na região informam sobre "o primeiro uso conhecido do equipamento" instalado nas ilhas Spratly pela China, relataram fontes anônimas que tiveram acesso aos relatórios ao CNBC.

Agora, segundo as fontes, Pequim "está silenciosamente testando seus equipamentos de guerra eletrônica".

O porta-voz do Pentágono se recusou a comentar os assuntos da inteligência, sublinha o CNBC, acrescentando que este passo permitirá a Pequim proteger ainda mais sua presença nas águas disputadas.

Anteriormente, um piloto da Marinha dos EUA comunicou ao canal GMA News que seu avião GMA News enfrentou tecnologias de guerra eletrônica chinesas enquanto sobrevoava o mar dos Sul da China em abril deste ano.

Além de armas radioeletrônicas, o jornal The Wall Street Journal comunicou em 9 de abril que a China também tinha deslocado para as ilhas mísseis ar-terra e mísseis de cruzeiro antinavio.

O arquipélago Spratly, formado por ilhas, ilhotas e recifes muitos dos quais ficam à superfície durante a maré alta, é disputado por tais países como a China, Taiwan, Malásia, Filipinas e Vietnã. Nos últimos anos, a China tem destinado recursos significativos para recuperar muitos dos recifes, formando ilhas artificiais, o que tem aumentado as tensões na região.

O mar do Sul da China é uma rota marítima crucial através da qual passam anualmente cerca de $3,4 bilhões de transações comerciais.

 

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia



Publicidade

Rádio Poatã Rádio Poatã Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Peça sua Música

Previsão do Tempo