Ouça agora na Rádio

N Notícia

© Divulgação / TecMundo

FOTO: © Divulgação / TecMundo

JPEG XS é o novo formato de imagem dedicado a VR e streaming

Todas as informações compartilhadas TECMUNDO

A Joint Photographic Expert Group (JPEG), responsável pelo por trás do formato de compressão de imagem mais conhecido do mundo, anunciou na última semana a criação do JPEG XS. O novo tipo de compressão é consome menos energia e tem menor latência, surgindo como uma opção significativa para um mundo cada vez mais dependente de imagens digitais.

Segundo revela o consórcio JPEG, o JPEG XS é ideal para streaming, contrapondo-se assim ao JPEG tradicional, criado com foco no downlaod. O novo formato pode ser uma opção especialmente útil para dispositivos de realidade virtual, com seus criadores prometendo a redução das náuseas comumente causadas por quem utiliza esse tipo de aparelho.

Como a compressão JPEG XS tem tempo de latência reduzido em comparação aos formatos atuais, ela evita que o processo seja percebido pelo cérebro sempre que o usuário de óculos de VR movimenta a sua cabeça. É justamente essa característica a principal responsável por causa mal estar em quem utiliza esse dispositivos de realidade virtual.

Maior e mais ágil


Em relação a quantidade de espaço ocupada por uma imagem em JPEG XS, ela é um pouco maior do que a mesma imagem em JPEG. Isso acontece porque a compressão tradicional reduz o tamanho do arquivo para um décimo do original, enquanto o novo formato faz isso para apenas um sexto.

Contudo, essa questão não deve ser um problema: o JPEG XS é feito para streaming, portanto, nada ficará armazenado e ocupando espaço em um dispositivo. Além disso, os ganhos em qualidade e em agilidade são significativos, outras características que compensam a sua utilização em determinados cenários.

A velocidade aprimorada desse processo de compressão torna o JPEG XS o formato ideal também para carros e outros equipamentos autônomos e inteligentes. Como a ideia é que tais veículos “enxerguem” ao seu redor o mais rapidamente possível, um formato de compressão rápida e de alta qualidade pode ser essencial.

O JPEG XS é open source, ou seja, seu código aberto pode ser utilizado por qualquer organização ou empresa que deseje aplicar as suas funcionalidades em um produto. Sem dúvida, ele deve ganhar alguma popularidade nos próximos meses.

FONTE: TECMUNDO - POR DOUGLAS CIRIACO
Link Notícia



Publicidade

Rádio Poatã Rádio Poatã Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Peça sua Música

Previsão do Tempo