Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Três jovens indiciados por violação de sepultura em Capinzal – SC

Postado em 28/04/2021 por

Compartilhe Agora

Eles utilizaram crânio humano pra ritual, conforme a polícia

Na tarde de segunda-feira (26) a Polícia Civil concluiu o Inquérito Policial instaurado para apurar a violação de uma sepultura, com subtração de partes do cadáver (crânio), ocorrido no dia 1º de fevereiro de 2021, em um cemitério localizado no interior de Capinzal.

Conforme a delegada Fernanda Gehlen da Silva, através de investigação, iniciada na época dos fatos, foi possível colher provas suficientes imputando a autoria a três jovens os quais residem no município de Zortéa.

Em cumprimento a mandados de busca domiciliar na residência dos investigados, foram apreendidos um tabuleiro Ouija e velas pretas e vermelhas, objetos que eram por eles utilizados para a realização de cultos e rituais, nos quais também empregavam crânios humanos.

Em interrogatório, dois dos envolvidos confirmaram ter estado no cemitério e também a realização de ritual com o tabuleiro Ouija e um crânio humano, contudo atribuíram um ao outro a prática das condutas, excluindo-se da participação. O terceiro negou envolvimento, porém foi apontado pelos dois primeiros como coautor.

No mês de junho de 2020, fato semelhante ocorreu em cemitério de outra localidade, suspeitando-se de que se tratam dos mesmos autores, porém, não foi possível produzir prova suficiente para responsabiliza-los também por aquele fato. O trio foi indiciado pelos crimes de violação de sepultura e subtração de parte de cadáver.

A delegada informou que no primeiro momento chegou-se a suspeitar que o crânio encontrado em cima da calçada nas imediações do terminal rodoviário de Zortéa teria sido de um senhor sepultado no cemitério de Fazenda das Palmeiras. Porém, o laudo pericial apontou que o crânio era de um cadáver do sexo feminino.

fonte: Rádio Capinzal

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.