public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Bandeira preta deve seguir em abril, mas governo estuda a volta da cogestão

O Rio Grande do Sul seguirá em bandeira preta por mais algumas semanas, de acordo com o governador Eduardo Leite. O governo estuda a possibilidade de cogestão na próxima segunda-feira (22), mas sem total autonomia aos municípios.

Diante da alta pressão sobre o sistema de saúde no Rio Grande do Sul, a bandeira preta — que prevê as maiores restrições no sistema de distanciamento controlado — deverá seguir por mais algumas semanas. Em entrevista à Rádio Gaúcha, nesta segunda-feira (15), o governador Eduardo Leite afirmou que, provavelmente, o Estado entrará o mês de abril nesta condição.

O que o governo estuda é retomar a cogestão, que significa gestão compartilhada entre Estado e municípios. Neste modelo, as prefeituras e associações regionais podem adotar regras menos restritivas, equivalentes à bandeira imediatamente anterior — no caso do modelo estadual, as da bandeira vermelha. No entanto, está analisando a possibilidade de elevar as restrições da bandeira vermelha. Significa que na semana que vem poderá haver uma possível retomada de atividades.

O governo do Estado decidiu não liberar nesta semana o pagamento presencial de contas do crediário no varejo gaúcho. A afirmação foi feita pelo governador Eduardo Leite na entrevista, quando questionado sobre a possibilidade. Ele argumentou que não há fiscalização suficiente para verificar se o cliente está apenas pagando contas ou se a loja está também vendendo produtos, o que continuaria proibido. Na bandeira preta, o comércio não essencial pode, apenas, vender por delivery.

Com informações, Gaucha ZH

  • message
    Postado por
    Rádio Poatã
  • today
    Data
    15/03/2021
  • folder
    Categoria
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug